Akuma, the bad luck

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Akuma, the bad luck

Mensagem por Akuma em Qua Jun 17, 2015 10:57 pm

Akuma
Manipulação/Controle de Probabilidade | 20 anos | Tokyo | Prisoner | Heterossexual
— jinx: a person afflicted with a similar curse, who, while not directly subject to a series of misfortunes, seems to attract them to anyone in his vicinity;
personality
FRIA. Eles nunca a viram como uma pessoa, nunca a trataram como tal, então como seria esperado que Akuma pudesse agir como uma? Alguns dizem que ela não sente nenhuma emoção ou empatia, outros preferem a ver apenas como uma alma solitária que achou na frieza uma forma de defender-se do mundo. A verdade? Talvez todas elas fossem. A forma fria de agir e pensar dela a tornaram quase vazia. Akuma não luta por algo à não ser ela mesma, não liga para ninguém ou nada, faz apenas as coisas que deseja fazer e no momento que deseja. Não há compaixão nela, tampouco parece haver felicidade.

CRUEL. É estranho comentar sobre esse seu lado, porque vemos crueldade enquanto ela não. Torturar física ou psicologicamente, matar, abusar, xingar, nada disso para ela é considerado algo ruim. Ela foi criada para ver as coisas deste modo, e era assim que via. Sua diversão quando pequena era ver expressões diferente nos rostos das pessoas — já que ela própria não poderia as ter — e, por este motivo, seu passatempo favorito acabou a tornando em uma sádica. Akuma passou a aterrorizar os outros para poder ver as mudanças em suas expressões, talvez este tenha sido o começo para a fama que possuí.

SEM SENSO DE HUMOR. Acho que neste quesito não há muitas coisas a se alongar, não é? Como ela poderia ter algum humor se era proibida de se quer mudar a expressão de seu rosto? Às vezes invejava outros agentes que trabalhavam com interações sociais. Enquanto ela deveria conter uma risada ou o choro, eles deveriam provoca-los em qualquer momento. Sua inveja, porém foi passageira, já que notou o quão sentimentos eram inúteis, tal como piadas e sorrisos.

QUIETA. Este traço é tão óbvio de existir que chega a ser engraçado o fato de estar listado. Akuma sempre foi uma criança obediente, e pessoas obedientes não falam mais do que lhes é mandado falar. O costume de dizer qualquer coisa somente quando ordenada tornou-se algo comum à ela, tanto que atualmente ela só diz o que considera extremamente importante ou válido. Às vezes parece não prestar atenção no que os outros dizem, quando na verdade digere cada palavra dita pelas pessoas. Sua quietude também atribui-se aos seus movimentos, já que Akuma pode ser tão silenciosa quanto um gato.

CORAJOSA. Ao ponto de ser algo quase igual à kamikazes. Obviamente, ela não é uma suicida acéfala que se jogaria no meio de leões sabendo que não sobreviveria, no entanto se achar que pode o fazer o fará sem nem pensar duas vezes. É, na maior parte do tempo, a pessoa que toma as decisões feitas em últimos instantes, já que quando olham para ela a mulher já não está mais lá, e sim agindo como bem decidiu ser o correto. Foi criada para não possuir medos, e não os possuí. Agressões, torturas, chantagens, estas são coisas que nunca funcionariam com ela. Akuma foi criada para ser uma arma, não uma pessoa. Armas não falam, não sentem dor, não suplicam, apenas atiram quando mandadas atirar.


life story
Manipulação de Probabilidade:
A manipulação de probabilidade é capacidade de alterar a probabilidade, causando acontecimentos estranhos ou impedindo acontecimentos normais. Isto inclui aumentar a sorte ou azar de alguém ou criar eventos que podem ser considerados impossíveis ou improváveis.

ENTRADA 001A. Eu não sei direito como começar a falar sobre este caso, apesar de estar aqui justamente para isso. É complicado você narrar sobre uma vida sem que possa a considerar como uma. Era assim que Arma Ômega, ou Gênesis, era considerada. Ela era um bebê, mas não um ser humano. Mas não posso julgar nada do que foi feito, não estou em posição para tal coisa.

Assim que Gênesis nasceu ela foi entregue aos Chourou. Para aqueles que não sabem, o que considero ser a maioria das pessoas, os Chourou são uma espécie de máfia organizada. Ou seja, a organização deles é similar à uma militar e tão grande quanto. No entanto, os Chourou não tem qualquer tipo de senso ou consciência, o que significa que em um momento eles podem estar salvando a sua vida e no outro te matando.

Os Chourou tem uma hierarquia denomina de Bakuhatsu, o que significa literalmente explosão. Não é para menos, já que os Bakuhatsu agiam exatamente desta forma: destruindo tudo que precisam destruir. Eles eram criados na organização, treinados e educados para pensarem somente como a arma que deveriam ser. Nada mais, nada menos. A partir do momento em que uma criança era levada para os Chourou para se tornar um Bakuhatsu ela não era mais considerada uma criança, quiçá um ser humano. Gênesis foi levada como um bebê, talvez este tenha sido o motivo deve ter se tornado a arma perfeita.

ENTRADA 008A. Eles a chamam de Akuma, agora. Não que isso seja um nome, mas comparado com as outras Armas é o mais próximo de um. Eles não permitem que os Bakuhatsu tenham nome. Eu tenho pena daquelas crianças... Algumas delas nem sobrevivem aos treinamentos, outras acabam sendo mortas quando os Chourou começa a sentir humanidade nela. Akuma tem 8 anos de idade, mas ela não sabe disso, nenhuma daquelas crianças sabe quantos anos tem, na verdade elas nem ao menos sabem o que é aniversário ou seu significado. Se soubessem, eu duvido que se importariam tampouco. O fato é que a Arma Ômega é a mais nova de seu grupo e a mais avançada em todos os treinos. E a que causa mais medo.

Pode parecer estranho falar que uma criança de oito anos dá medo, mas é porque você nunca viu seus olhos. Seu olhar vazio. Ou mesmo sua expressão ligeiramente satisfeita enquanto treina em uma sessão de torturamento. Todos aqueles pequenos seres davam medo, mas Akuma... Ela realmente era um demônio.

ENTRADA 010A. Akuma teve hoje a aplicação do Teste. É quando os agentes da organização, Bakuhatsu ou não, passam por uma série de torturas físicas e psicológicas, diversos testes e uma espécie de prova física. Ela tem 10 anos, mas se saiu melhor do que outros com mais idade. Enquanto alguns imploraram por misericórdia, a arma contraia a mandíbula e aguentava toda a dor que lhe proporcionavam. Eu ouvi dizer que os Bakuhatsu tinham um treinamento de tortura, onde eles sofriam torturas diversas durante algumas horas. Pelo modo como eles reagiam às torturas lhe impostas eu não duvidava disso.

Mas, o que chamou a atenção à Akuma naquele dia não foi a sua força ou habilidades, e sim o fato de que alguns médicos pareceram encontrar certas... Diferenças nos testes da menina. Se antes Akuma era tratada como a melhor, agora ela havia realmente se tornado uma.

Não demorou para que eles descobrissem o dom da garota. Bastou fazerem alguns testes simples envolvendo terceiros e simplesmente ficou claro. Nós o chamados de Agouro, mas os cientista o classificaram como Manipulação da Probabilidade, o que faz mais sentido, mas é muito mais longo para falar. Akuma passou a ter aulas extras depois do descobrimento de tal coisa.

ENTRADA 015A. Não preciso nem mesmo dizer que de todos Bakuhatsu, e mesmo outros agentes do Chourou, ela era a melhor. Akuma realmente era uma arma. Seu recorde ultrapassava o de agentes normais e de qualquer outro Bakuhatsu; na realidade, ela estar viva depois de ser ativada há 5 anos já era um milagre.

A cada dia que passava as pessoas a temiam ainda mais. Até mesmo o comando parecia a temer. Era como ter uma bomba em suas mãos, se fizesse qualquer coisa errada ela explodiria. Era o que achavam todos, ao menos. Eu duvida, porém. Quero dizer, Akuma fora criada para seguir ordens, eu duvidava que mesmo que a mandassem se matar ela se revoltaria. Mas, como já disse, eu não tenho qualquer posição para dizer nada.

Eles começaram a projetar o “aposento” de Akuma nesta época.

ENTRADA 016A. Eles a mandaram em uma missão. Era simples, nada que ela não já tivesse feito: assassinatos que parecessem suicídio ou um acidente. Ela foi mandada para uma grande casa onde deveria neutralizar 8 alvos. Não lhe deram maiores informações, como faziam em situações com mais de 4 pessoas ao mesmo tempo, ela não perguntou por elas tampouco.

Ela o fez, mas diferente das outras vezes desta vez a polícia a cercou. Não era um ou dois ou três carros da polícia, ela certamente conseguiria fugir da situação se esse fosse o caso, mas sim a SWAT, a polícia e um helicóptero. Aparentemente eles esperavam encontrar um grupo de assassinos da máfia. Encontraram uma garota de 16 anos e e com um olhar apático no lugar.

Veja bem, a polícia vinha recebendo informações sobre diversas infrações dos Chourou, mas ao invés deles, as infrações vinham sendo cometidas por um clã yakuza; uma fachada, é claro. E adivinha quem eles colocaram como líder do clã? Akuma. Uma herdeira da máfia que teve de assumir os “negócios da família” depois da morte de seus pais, diziam os jornais. O caso de Akuma repercutiu em todo o país, principalmente por ela ser só uma adolescente e não poder receber a “justiça” que o povo desejava. Contudo, ela ainda sim seria presa, até ter idade o suficiente para poder responder por seu crime. Akuma era um caso especial pra Justiça.

Os Chourou mandaram um representante para falar com ela, e creio que a conversa não foi nada boa, já que o homem teve de sair com uma ambulância de lá. Não tive mais informações sobre ela durante um tempo, só o que soube foi que ficava na solitária e que nenhuma das presidiaria chegava perto dela depois que a garota bateu em cinco ao mesmo tempo.

Eu me pergunto porque ela não tentou fugir da prisão. Certamente teria conseguido...

ENTRADA 018A. Recebi a informação de que Akuma estava sendo transferida para uma prisão na França, a Oblivion. Pergunto-me se ao menos ela tentará fugir de lá. Não sei ao certo quais os planos dela, não que depois de tudo ela tenha alguma perspectiva, mas hoje tenho certeza de que se um dia ela fugir e voltar para o Japão... Bom, todos nós iremos morrer.

delict
— Assassinatos;
— Destruição de Patrimônio Privado;
— Contrabando;
— Extorsão;
— Fraudes;
— Tráfico de Armas;
— Tráfico de Drogas;
— Formação de milícias;
— Formação de um esquadrões da morte;

frankie | 21 | MP

● ● ●

we all have monsters inside us
akuma
avatar
Akuma

Mensagens : 2
Data de inscrição : 17/06/2015

Ficha do prisioneiro
Nível: 1
Experiência:
0/0  (0/0)
Mochila:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Akuma, the bad luck

Mensagem por Frank Scherbitsky Rose em Qui Jun 18, 2015 1:05 pm


Aprovado


A D O R E I sua ficha. Você a deixou de uma maneira muito interessante. Sinto peninha por ter sido usada como uma arma bom tanto tempo, espero que isso mude, ou não. A personalidade de Akuma é algo interessante, tão sozinha e fria, parece não ter sentimento pelo próximo.
Bem vinda a Oblivion.

avatar
Frank Scherbitsky Rose
The command
The command

Mensagens : 198
Data de inscrição : 21/01/2015
Idade : 35

Ficha do prisioneiro
Nível: 10
Experiência:
100/100  (100/100)
Mochila:

Ver perfil do usuário http://prisonofoblivion.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum